Existem Bons (e inteligentes) Orientadores na Internet. Que Sorte!

foto 6 blog

 

Com quem quero conversar?

Para aprender mais rápido e me sentir dinâmica, hoje usei alguns exercícios que os sites mais legais ensinam (na maior generosidade do mundo!) e fiz as devidas adequações para minha linguagem profissional. Tirei do foco “puro empreendedorismo digital” e direcionei para o conteúdo e pessoas com quem quero criar relações nesse novo cenário. Até que os resultados foram bastante interessantes e reveladores pra mim. Olha só:

  • Meu publico? Profissionais insatisfeitos com seus resultados e que desejam uma carreira com poder de escolha e reconhecimento profissional e pessoal. – Profissionais focados em prática e execução/realização, ao invés de se basearem, exclusivamente, em teorias. – Profissionais focados em trabalhos com prazo de duração e com necessidade de  soluções e resultados diferenciados. – Profissionais de área de planejamento, manutenção e futuro. (uau… será que será assim?! Achei legal…).

 

Resultados imaginados:

  • Achar boas almas que ajudem uma iniciante
  • Tirar o foco da parte tech e focar em conteúdo
  • Busca a intersecção entre o olhar de minha trajetória em Economia Criativa como o do novo olhar do empreendedorismo digital
  • Não permitir que os fajutos-online me desanimem

 

Os vendilhões digitais e seus consumidores

As doideiras do universo online: “Internet: Ganhe dinheiro sem trabalhar!” ou “Internet: Fique rico sem esforço!” ou “Internet: Ponha algo para vender (vale qualquer coisa, não importa) e viva luxuosamente dessa renda!”. Só uma coisa a dizer sobre isso: CRUZ CREDO CRIAR DIÁLOGOS COM PESSOAS MOVIDAS E/OU ATRAIDAS “ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE” POR ESSE TIPO DE CONVERSA FIADA… Eu hein.

Talvez essa mentalidade seja alimentada pela grande maioria dos profissionais (no Brasil e no Mundo) que trabalham com vinculo empregatício, que são motivados apenas pelo salário fixo no fim do mês, obrigados a cumprirem carga horária imposta e que devem obediência a uma hierarquia engessada e engessante. Entendo, nesses casos, que a pessoa viva para aguardar fins de semana, feriados, férias e aposentadoria. Mas, definitivamente, não foi o cenário de relações pessoais/profissionais nem a atuação de carreira que criei pra mim, desde que larguei um emprego “sério e estável”, para me tornar estudante de artes cênicas… Isso há uns 20 anos.

 

Os BONS empreendedores digitais: Sim, eles existem!

O Bruno do http://www.empreendedor-digital.com/produtos-certos é um ótimo orientador para iniciantes baratinados… Percebi que também é de imensa ajuda para iniciantes arrogantes ou para quem já está na cena online, mas insatisfeito com os resultados. Em seu livro (FREE, meu Deus! Free mesmo!) ela dá varias diretrizes viáveis e produtivas, sempre com simplicidade e leveza. Valeu muito a pena, já me despertou várias ideias e novas possibilidades de atuação para meu campo de ensaio. Parabéns, Bruno! Você não é um vendilhão fajutão!

Li o livro todo em uma tarde, enquanto tentava criar experiências (em tempo real) com as dicas que dava e o trabalho que quero oferecer. Todas deram resultados altamente realistas. Oba!

O livro tem ótimas informações e pontos de vista que muito me deixaram presa ao livro até a última página.

Outro blog bem colaborativo é o http://querocriarumblog.com.br/100-criar-um-blog-de-sucesso/#comment-13611. Do que pude perceber o Gustavo (criador) gosta de agregar outros empreendedores digitais e traze-los para dar dicas. É legal, pois cada convidado foca em algum ponto que lhe interesse mais. Acabei tendo variedade de pontos de vista para ampliar meu entendimento sobre o que pode funcionar e o que pode atravancar no universo internético.

OBS: Incrível! Um site de comercio online que fala sobre atenção sobre a qualidade dos produtos que você divulga. http://blog.hotmart.com.br/5-habitos-que-os-afiliados-campeoes-cultivam/

 

Resultado Final:

Entendimento dos conceitos online sobre:

  • Freemium
  • Oferecer boletins informativos referentes ao cenário de atuação que me interessa
  • Como criar relacionamento com publico que me interessa
  • Possibilidade da consultoria… Mas ainda não sei o que pensar sobre isso… Acho que é um caminho contrario ao conceito de Coaching, onde estimulo o cliente a fazer as próprias escolhas, buscar suas soluções diretamente e validar a própria trajetória profissional. Bom, de qualquer forma é um jeito de criar relacionamento online, pois há muito interesse do cenário.

 

Beijos “mais intrigados com as novidades do que esfuziantes” para quem passar por aqui.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s